terça-feira, 16 de março de 2010

Um olhar além da íris


Quero agradecer aqui a alguém que com o tempo percebi ter me dado mais do que recebeu de mim, em tudo o que vivemos como relacionamento. Principalmente na amizade foi como um psicólogo particular ou sei lá o que, não sei denominar, mas foi especial. Uma pessoa que passou pela minha vida para que eu aprendesse algo, crescesse, andasse com minhas próprias pernas e soubesse como realmente é a vida, e principalmente não se preocupou em me agradar com elogios, mas quis me mostrar sem enfeites e confetes quem eu realmente sou. Alguém que soube me olhar com outros olhos com um olhar exclusivo e inesquecível.


Um olhar além da íris

Conheço diversos tipos de olhares
Olhar de admiração, de decepção
Olhar de aprovação, de desejo
Aquele que rastreia meu corpo e me deixa sem jeito
Olhar que me põe no meu lugar
Olhar que se impõe, que me incentiva
Olhar de dengo, de carinho
Olhar de homem e de menino
Todos eles vi em seu olhos
e posso encontrar em outros
Mas... o olhar além da íris
Nunca tinha visto algo assim
Me tirava o fôlego,
me explicava o mundo em uma sentença muda
Me destruía e me reconstruía
Este descrevia tudo o que eu era
e aquilo que eu podia ser
Este olhar me conhecia
Via minha alma nua e inteira
Ele sabia o que eu escondia
Sabia o que eu queria e negava
Conhecia os meus pontos baixos e altos
Sabia do meu medo de ser grande
E do meu medo de ser pequena
Esse olhar sabia demais
Me enlouquecia demais.
Me queria demais e me tinha por inteiro
Entendi mais de mim nesses seus espelhos negros
do que em qualquer diário que pudesse escrever
Além da íris é o olhar que quero ter
Eles são sua melhor dádiva.
Por esse olhar que me forçou a ver
aquilo que eu sempre tive preguiça ou medo de ser
Esse olhar que me ajudou a construir a mulher que sou
Por esse olhar, por seus olhos
Eu só posso agradecer.

16/03/2010
Lidiane Arsenio

3 comentários:

Juliana disse...

Adorei o novo visual!!!

hummm, de quem será o olhar? rsrs

Escritora em construção disse...

Do Quimeras de Luisa:

"Seus olhos cor de mar sempre me dizem bem mais do que suas palavras podem revelar.
E não importa onde esteja, sempre entendo nossos segredos.
Através dos seus olhos percebo suas verdades, mentiras, desejos, medos, são tão transparentes que sei até mesmo quando não quer mais a minha companhia.
Adoro sua alegria, seu sorriso, a tranqüilidade de um menino que mal aprendeu a viver mas os seus olhos, ah! Os olhos .... me perco e me encontro. Me descubro e me invento,pois através deles não percebo só a sua alma, mas lhe entrego a minha....”


Raio de Sol.

DreamMaker disse...

Sem palavras...

Postar um comentário